Frango (Chicken) Tikka Masala do Gordon Ramsay

Eu adoro testar receitas do Gordon, acho ele incrível. É difícil alguma receita dele sair errado e com esta não foi diferente! O Chicken Tikka Masala é uma comida Britânica, apesar de usar temperos Indianos.

Frango (Chicken) Tikka Masala - Gordon Ramsay 1

Você pode acompanhar o vídeo do Gordon Ramsay com o passo a passo da receita aqui mesmo. Mas é melhor não piscar, pois o vídeo tem apenas 41 segundos.

Garam Masala é um tempero típico indiano, da região de Punjab e Uttar Pradesch, tem sabor mentolado e picante, é usado no preparo de carnes vermelhas, peixes e aves. Seu sabor peculiar, permite dar um toque especial em pães, doces e outros pratos salgados. É composto por: Canela, cardamomo, coentro, cominho, cravo, louro, macis e pimenta do reino.

Você encontra o Garam Masala na Grão-Vizir Masalas & Especiarias.

Quem ainda não conhece nossa parceria super especial com a Grão-Vizir Masalas e Especiarias, é só conferir neste link -> Parceria Grão-Vizir & La·Mère.

Frango Tikka Masala do Gordon Ramsay

Tempo de Preparo

1 hora

Rendimento

4 porções

Custo

Médio-Baixo

q/n de óleo
1 cebola grande
1 pimenta verde
1 pedaço de 3cm de gengibre
3 dentes de alho
1/2 colher (chá) de pimenta calabresa
1 colher (chá) de açafrão da terra
2 colheres (chá) de Garam Masala
1 colher (sopa) de açúcar mascavo
1 colher (sopa) de extrato de tomate
1 lata (400gr) de tomate pelado
4 peitos de frango s/ osso
10 folhas de Curry
4 colheres (sopa) de iogurte natural
q/n de coentro fresco
q/n de sal

Em uma panela de fundo grosso, aqueça duas colheres de óleo, adicione a cebola fatiada, adicione a pimenta verde picada e o gengibre. Coloque também, o alho cortado em pedaços pequenos ou amassado, cozinhe opor 2 a 3 minutos. Adicione as especiarias e o açúcar mascavo, cozinhe por 1 a 2 minutos. Adicione o extrato de tomate, cozinhe por alguns segundos e acrescente o tomate pelado. Deixe cozinhar por 2 a 3 minutos e passe a mistura por um mixer ou liquidificador, bata até ficar uma mistura lisa e homogênea. Reserve.

Em outra panela, coloque duas colheres de óleo e aqueça. Coloque o frango cortado em cubos, coloque sal e frite até ficar dourado. Acrescente o molho e as folhas de curry, deixe cozinhar por 10 minutos ou até que o frango cozinhe por completo. Por último, adicione as colheres de iogurte e as folhas de coentro fresco, misture bem e sirva com arroz branco.

  

Dica de Restaurante: Pipo – Rio de Janeiro

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 14

Desde que abriu suas portas em novembro de 2013, o boteco Contemporâneo do Chef Felipe Bronze vem dividindo opiniões, alguns amam, outros odeiam. Os que odeiam, alegam que as porções são pequenas para os preços e que o atendimento da casa não é dos melhores.

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 17

Eu mesmo, que não sou muito fã da comida “molecular” que o Chef costuma praticar tive minhas dúvidas antes de visitar a casa, mas a verdade é que, tanto a comida como o ambiente e atendimento me impressionaram muito, bem diferente das criticas que estão sendo feitas por aí.

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 2Comecei a noite com o drink Caju Amigo (20,00R$), feito com caju confit, suco de caju, gengibre e cachaça. Uma delicia!

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 3O Ariel provou o Gin Tônico (29,00R$), feito com Hendrick’s, maxixe e especiarias. Achamos um pouco fraco, com pouco Gin,  mas estava saboroso.

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 1Ahhh, o famoso Caldinho de Feijão com Espuma de Couve (11,00R$), vale cada centavo! Parece mais um caldinho de feijoada, extremamente saboroso, bem encorpado, com gostinho de quero mais.

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 4O também famoso Aipim Frito e espuma de Quejo Coalho defumado (16,00R$) não ficou para trás. Uma porção até que “abundante” e bem quentinha, a espuma de queijo é uma delicia e faz a combinação perfeita com o aipim.

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 10A dupla de Pastéis de Queijo Serra da Canastra MG com alho poró acidulado (19,00R$) vieram bem douradinhos e crocantes, porem achei um pouco enjoativo, não pediria de novo.

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 6Agora, o Porquinho laqueado no gengibre e tucupi (27,00 R$), com mini alface, arroz sticky e picles de moyashi estava simplesmente divino!

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 7A Cerveja Pipo Pale Ale (25,00R$) é feita especialmente para o Pipo. O Ariel provou e aprovou.

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 9Eu segui para a CaipiPipo (19,00R$), feita com limões, rapadura, especiarias e cachaça. Com certeza é a estrela dos Drink’s da casa!

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 5Provamos também o delicioso Mc Pipo (39,00R$), feito com fraldinha de angus, queijo canastra, picles de maxixe e cebola, ketchup de goiaba e mostarda, muito macio e úmido.

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 11Nosso último prato salgado foi o Paçoca crocante de Carne seca (39,00R$) com jerimum e espuma de queijo coalho defumado (a mesma do aipim). Bem gostosinho, mas não é algo que pediria de novo.

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 12Para acompanhar a sobremesa, pedi o Belém Bellini (25,00R$), feito com espumante e taperabá. Delicioso. Ficou para a próxima visita, experimentar o Jiro San (20,00R$) de sake, shissô e lichia.

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 13Fechando a noite com chave de oro, Creme de Abacate (16,00R$) com macadâmias caramelizadas, muito suave e bem docinho.

Restaurante Pipo - Felipe Bronze 16A conta chegou bem rapidinho, assim como todos os pedidos da noite. Uma média de 159,60 por pessoa. Comida gostosa, bom ambiente, atendimento atento e eficaz. Voltarei em breve!

Pipo Restaurante
Rua Dias Ferreira, 64
Leblon, Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2239 9322
www.piporestaurante.com


CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO
As postagem refletem somente a opinião dos autores do blog conforme a experiência no restaurante ou estabelecimento. Todas as dicas deste blog seguem um critério pessoal.

Para a avaliação são usados nossos conhecimentos e experiências vividas, tanto no Brasil e Argentina como nos anos morados na Europa (França, Inglaterra e Espanha) e os mais de 15 países visitados ao longo do tempo. Nossas avaliações também refletem nossa experiência de anos trabalhando em restaurantes, hotéis e confeitarias de todo o mundo.

Ps.: Avistei por lá o repórter Pedro Landim, escritor do Boca no Mundo, super recomendo a visita ao site e seguir suas experiências pelo instagram: @bocanomundo.

  

Bolinhos de Folha de Cenoura

Bolinho de Folhas de Cenoura 1

Nem todo mundo sabe, mas as Folhas/Ramas de Cenoura são mais nutritivas que a própria cenoura! Existe alguns estudos que revelam que as cenouras quase não necessitam de agrotóxicos hoje em dia, deixando as ramas quase “orgânicas”. Além disso, as folhas são ricas em cálcio, magnésio, zinco, ferro, betacaroteno, fibras, vitamina k e clorofila.

O que fazer com as Folhas de Cenoura 1Claro que os bolinhos não são a maneira mais saudável de comer este super alimento, mas é uma ótima forma de introduzi-lo na sua alimentação.

Bolinhos com Folhas de Cenoura

Tempo de Preparo

45 minutos

Rendimento

6 porções

Custo

Baixo

Folhas/Ramas de 4 cenouras
2 ovos
1/2 colher (sopa) de sal
1/2 xícara (chá) de leite
1/2 colher (café) de pimenta do reino

1 xícara (chá) de farinha de trigo
1 dente de alho médio amassado
1/2 cebola cortada em cubinhos
1 colher (sopa) de salsinha
1 colher (sopa) de cebolinha
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio

Lave bem as folhas de cenoura e abafe em uma panela com 2 colheres (sopa) de água por 3 minutos, deixe esfriar. Enquanto isso coloque os ovos e todos os temperos em uma tigela, misture acrescente as folhas já frias e picadas, o leite e misture tudo acrescentando a farinha, o fermento e o bicarbonato.  Em uma panela com bastante óleo quente, coloque a massa aos poucos com o auxílio de uma colher, quando dourarem de um lado, vire e deixe dourar do outro, quando os dois lados estiverem dourados, retire-os com uma escumadeira e coloque sobre papel absorvente. Sirva quente.

Dica Là Mere
Você pode usar essa mesma receita substituindo as folhas de cenoura por folhas de espinafre.

  

Cenoura Glaceada com Mel e Tomilho

Cenoura Glaceada com Mel e Tomilho 1

Cenoura Glaceada com Mel e Tomilho

Tempo de Preparo

30 minutos

Rendimento

2 porções

Custo

Baixo

2 cenouras médias
q/n de água filtrada
q/n de sal
q/n de pimenta do reino preta
1 colher (sopa) de manteiga
1 colher (sopa) de mel
4 ramos de tomilho fresco

Descasque e corte a cenoura em palitos, cozinhe em água fervente por 3 minutos, retire da água e passe por água fria para cortar o cozimento. Em uma frigideira, derreta a manteiga e o mel, adicione as cenouras e os ramos de tomilho fresco, deixe glacear. Quando elas estiverem bem douradas, retire do fogo e sirva.

  

Batatas Salteadas com Panch Phoron

O Panch Phoron é proveniente de Bengala no leste da India, esta mistura de grãos inteiros é também denominada Bengali Five Spices. Ela pode ser usados em sopas, vegetais, refogados e lentilhas, também combina muito bem com frango e peixe.

Seus ingredientes são: cominho, feno grego, funcho, mostarda e nigela.

Você encontra o Panch Phoron na Grão-Vizir Masalas e Especiarias.

Batata Sautèe com Ponch Poron 2

Batatas Salteadas com Panch Phoron

Tempo de Preparo

30 minutos

Rendimento

4 porções

Custo

Baixo

4 batatas asterix
q/n de água filtrada
2 colheres de azeite de oliva
q/n de sal
q/n de pimenta do reino preta
1 colher de sopa de Panch Phoron
1 colher rasa (sopa) de manteiga

Coloque uma panela com água para ferver. Lave as batatas asterix e corte rodelas de 1 cm (com ou sem pele). Coloque na água fervente e deixe cozinhar por 6 minutos, em seguida, coe e coloque as rodelas sob um papel toalha. Em uma frigideira, esquente o azeite e distribua as rodelas de batata, doure 3 minutos de cada lado ou até que fiquem douradas. Salpique o Panch Phoron e coloque a manteiga, salteie por 1-2 minutos de cada lado. Sirva quente.

Dica Là Mere

Ao elaborar um prato com Panch Phoron, dê uma leve refogada nos grãos em manteiga ou azeite de oliva. Mas tome cuidado para não fritar ou torrar demasiado, já que os grãos podem adquirir um amargor indesejável.