Filé Mignon Recheado

.

Recheio de Cogumelo Paris

Tempo de Preparo

30 minutos

Rendimento

200 gramas

Custo

Médio

200 gramas de cogumelos Paris frescos
1/2 cebola em cubinhos
2 colheres (sopa) de manteiga
q/n de sal e pimenta branca
1/3 de xícara (chá) de vinho branco
1/2 xícara (chá) de creme de leite
1 colher (sopa) de salsinha
1 colher (sopa) de cebolinha
1 colher (sopa) de tomilho fresco

Corte o cogumelo paris em cubinhos e em uma frigideira aqueça a manteiga e refogue a cebola até ela ficar translúcida, acrescente os cogumelos e mexa até secar todo o líquido, acrescente o vinho branco e flambe. Salpique o sal e a pimenta, coloque as ervas e deixe reduzir. Quando o vinho já tiver reduzido, adicione o creme de leite e reduza-o pela metade. Prove o sal e acrescente mais se necessário, utilize para rechear o filé mignon.

Filé Mignon

Tempo de Preparo

2 horas

Rendimento

8 porções

Custo

Médio

1 peça média de filé mingnon
q/n de sal
3 dentes de alho
4 colheres (sopa) de tomilho fresco
6 colheres (sopa) de azeite
1 colher (café) de pimenta branca
1/2 cebola
1/2 xícara de salsinha
1/2 xícara de cebolinha
6 a 8 fatias de muçarela

Limpe o filé mignon e corte na horizontal sem chegar até o final (como se fosse um livro), processe todos os ingredientes menos a muçarela para fazer uma marinada e passe na carne. Distribua as fatias de muçarela sobre a carne aberta e logo coloque o recheio de cogumelo paris por cima. Enrole a carne e amarre com barbante. Coloque uma assadeira ou uma panela que possa ir ao forno na chama alta do fogão com um pouco de azeite e sele a carne de todos os lados. Leve a assadeira ou a panela com a carne para o forno a preaquecido à 200ºC por 30 minutos. Retire do forno e cubra a carne com papel alumínio e deixe descansar por 10 minutos. Retire todos os barbantes,  fatie a carne e sirva.

  

Curso de Degustação de Azeite – Familia Zuccardi Mendoza

O azeite de Oliva, igualmente que o vinho, também pode degustar-se. O azeite é o suco oleoso das azeitonas, obtido exclusivamente de processos físicos que não alteram suas propriedades naturais. Um bom azeite de oliva reproduz os aromas e sabores da azeitona fresca. É importante saber que existe uma ampla gama de azeites de oliva com diferentes características, que dependem da variedade da azeitona e do processo de produção. Da mesma forma que o vinho, existem centos de azeitonas de oliva.

A Familia Zuccardi, oferece o curso de Degustação de Azeite de Oliva acompanhado por um sommelier de Azeite de Oliva. Se você ainda não leu sobre o processo de fabricação do Azeite de Oliva, clique aqui: Produção de Azeite de Oliva Zuelo – Familia Zuccardi.

.

COMO DEGUSTAR

Vista: É importante apreciar a limpidez e o brilho do azeite. Também podemos observar suas diferentes tonalidades, que vão do verde ao amarelo, apesar da cor não determinar a qualidade.

Nariz: Para que se desprendam os aromas, devemos dar calor ao azeite, esquentando o copo com as nossas mãos. Logo, se realiza uma inspiração profunda, na busca de aromas frescos com notas frutais e de ervas, características para cada varietal.

Boca: Degusta-se um gole, aspirando ao mesmo tempo um pouco de ar para apreciar os sabores próprios de cada varietal, que vão entre os doces, picantes e amargos, típicos da azeitona fresca. Os dois últimos atributos relacionam-se com a quantidade de antioxidantes presentes no azeite de oliva.

.

1

As possíveis notas aromáticas do Azeite de Oliva.

.

Planilha de pontuação.

Os Varietais Familia Zuccardi e o Zuelo Novello.

Os Varietais Familia Zuccardi e o Zuelo Novello.

Frontoio: Perfumado, com intensos aromas de ervas frescas. Conserva o sabor da azeitona fresca com retrogosto doce e um pouco picante.
Prêmio: Prestigio Oro. Concurso Internacional de Aceite de Oliva Olivinus (Argentina).

Manzanilla: Perfume doce com notas frutais, sobre tudo de maçã verde. Tem um agradável amargor com final ligeiramente picante e fresco.
Prêmio: Gran Prestigio Oro. Concurso Internacional de Aceite de Oliva Olivinus 2010 (Argentina).

Arauco: Intenso sabor de ervas e aroma de grama recém cortada. Tem sabor amargo característico, com final picante e fresco.
Prêmio: 1º Lugar Categoria Frutado Médio. Concurso L’Orciolo D’Oro 2010 (Itália).

Zuello Novello

Zuello Novello: Com tonalidade amarela dourada e reflexos verdes. Tem aroma herbáceo, acompanhado de notas de banana verde. Em boca é frutado e de bom equilíbrio, com retrogosto picante e agradável. Este azeite não é filtrado, considerado o mais puro dos azeites, passando somente por decantação.

2

Zuelo Intenso: Tonalidade amarela esverdeada. Aroma de ervas frescas devido a colheita antecipada das azeitonas. Em boca tem notas amargas e picantes que demonstram um alto conteúdo de antioxidantes.

Zuelo Suave: De cor amarela dourada com notas aromáticas de banana, em boca é frutado suave com uma leve nota picante.

Zuelo Clássico: Tonalidade amarela dourada com reflexos verdes. Tem aroma herbáceo e sabor frutado. De bom equilíbrio, com retrogosto picante agradável.

9

Esse é o mais fresco de todos os azeites, o Sommelier de Azeite encheu a garrafa na saída do passeio à fábrica (confira na outra postagem – clique aqui). Esse azeite é 100% varietal de azeitonas Arbequinas, provenientes da Espanha. Além disso, não passou por decantação ou filtragem e tem apenas 0,1% de acidez.  Tem aromas herbaceos e sabor frutado, é suavemente picante e nem um pouco amargo.

11

Em fim, uma visita magnifica, que com certeza marcou muito nossa viagem. O Sommelier Thory é muito agradavél e gentil e de um conhecimento magnifico. Depois da degustação seguimos para o restaurante PAN & OLIVA para almoçar, mas isso é tema para outras postagens.

img008

DICAS

Conservação: O azeite de Oliva é um produto “vivo” e, por isso, devemos ter certos cuidados que ajudam a conservar suas propriedades. Ele tem os mesmos inimigos que o vinho – luz, ar e altas temperaturas = oxidação. Além disso, também é afetado pelo tempo. Para proteger da luz, algumas fábricas embalam os azeites em garrafas de vidro na cor verde. É importante guardar o azeite em um lugar fresco (20 a 25ºC) e fechar bem a cada uso, para evitar o contato com o ar.

Fique de olho: A categoria “Extra Virgem” corresponde aos azeites de baixa acidez, ou seja, inferior a 0,8%.

Mitos: Cozinhar com azeite não faz a comida ser pesada. Pelo contrario, é o azeite o óleo de mais fácil digestão e o único que não se altera quando alcança altas temperaturas na cocção e é ideal para combinar com diferentes pratos, destacando assim seus sabores.

SAÚDE E AZEITE DE OLIVA

Os ácidos graxos presentes no azeite de oliva extra virgem estão formados por 80% de Oleico, cujas propriedades ajudam a aumentar o colesterol “bom” e eliminar o “mau”, reduzindo os riscos de doenças cardíacas.

Por sua composição graxa similar ao leite materno, o azeite de oliva extra virgem é ideal para a alimentação das crianças. Recomenda-se incluir o azeite na dieta diária, porque estimula o crescimento e tem um alto valor nutricional.

O consumo diário de azeite de oliva protege a pele dos fatores ambientais externos e mantem integra sua estrutura, permitindo uma maior regeneração e firmeza. Alem disso, cumpre uma função umectante, restaurando a umidade natural da pele. Ele também é rico em vitaminas A, D, F e K, que reforçam o sistema imunológico. Por conter vitamina E e polifenóis,  possui antioxidantes naturais que retardam o envelhecimento celular e revitalizam o organismo inteiro.

Familia Zuccardi
Ruta Provincial 33 – Km 7,5
Maipú, Mendoza, Argentina.
+54 (261) 441 0000
info@familiazuccardi.com
www.familiazuccardi.com
 
  

Salada de Mini Folhas com Figo e Prosciutto

.

Salada de Mini Folhas com Figo e Prosciutto

Tempo de Preparo

15 minutos

Rendimento

2 porções

Custo

Médio

1 mix de folhas baby
2 figos
3 laminas de prosciutto
q/n Laminas de queijo grana padano
q/n de limão, sal, pimenta e azeite

Lave as folhas baby e arrume-as em um prato de servir, distribua os figos cortados em 8 pedaços cada, as laminas de prosciutto e as de grana padano, salpimente e regue com o azeite e limão.

  

Damascos com Catupiry e Amêndoas

Damascos com Catupiry e Amêndoas 1

Damascos Recheados com Catupiry e Amêndoas

Tempo de Preparo

20 minutos

Rendimento

2 porções

Custo

Baixo

10 damascos secos
10 colheres (chá) de catupiry
q/n de lascas de amêndoas tostadas

Abra os damascos ao meio, mas não chegue até o final, recheie com o catupiry
e passe nas amêndoas tostadas.

  

Você também pode gostar…

Produção de Azeite – Familia Zuccardi Mendoza

1

Em maio deste ano tivemos uma belíssima Férias Gourmet em Mendoza na Argentina. E quando começamos a procurar programas relacionados a gastronomia, me interessei por descobrir como seria a produção de Azeite, o passeio é oferecido pela Familia Zuccardi em Maipú. Depois de descobrir sobre a produção, é feito uma maravilhosa degustação de Azeites -tema para a próxima postagem. Acompanhe a visita:

2O primeiro passo para a produção de azeite é a colheita, que é feita manualmente, realizada no mês de Abril, depois de colher amostras do ponto de amadurecimento ótimo para cada variedade. Logo, as azeitonas são transportadas até a fábrica o mais rápido possível para a imediata extração do azeite.

3Assim que chegam à fábrica, as azeitonas passam por uma lavagem.

4E logo passam por uma moagem, obtendo assim uma pasta.

5A pasta então é passada por uma máquina, que tenta homogenizar a mistura.

6O próximo passo é a centrifugação, que separa o azeite dos sólidos.

7Nesse estágio são engarrafadas algumas poucas garrafas enumeradas.
E esse é o resultado:
Azeite fresco, frutado.
100% extra virgem.
100% Varietal.
0,1% de acidez.

9

10A próxima etapa é a decantação, feita por 10 dias. Logo o azeite é filtrado, onde todo sólido é separado do azeite. Para finalizar o azeite é engarrafado em garrafas escuras para uma melhor conservação, minimizando o processo de oxidação do azeite.

Familia Zuccardi
Ruta Provincial 33 – Km 7,5
Maipú, Mendoza, Argentina.
+54 (261) 441 0000
info@familiazuccardi.com
www.familiazuccardi.com