Visita & Degustação: Vinícola Chandon – Garibaldi

Visitamos a Vinícola Chandon no dia 13 de abril, uma segunda-feira fresquinha e ensolarada, clima típico do outono gaúcho. A vinícola fica entre as cidades de Bento Gonçalves e Garibaldi e é responsável por todo Chandon comercializado no Brasil, nenhum espumante fabricado aqui é exportado.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 2A Chandon chegou ao Brasil em 1973 e implementou os mesmos princípios e padrões de qualidade que tornaram os seus champanhes famosos no mundo inteiro.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 1Em seus vinhedos, são cultivadas cepas de Chardonay, Pinot Noir e Riesling Itálico. As videiras são plantadas verticalmente, permitindo o melhor aproveitamento de luminosidade natural e ventilação.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 3
A vista é maravilhosa e o tour começou ali mesmo. Fomos recepcionados no estacionamento e levados a esta “sacada”, bem de frente para o vinhedo. Além destes, a Chandon, tem parceria com viticultores da região para dar conta de toda a demanda. - Na foto, minha cunhada Ana Paula, meu irmão Arthur, eu e meu marido Ariel.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 6Nosso guia foi o Lucas, educado e atencioso, tudo bem explicado e detalhado.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 7A produção dos espumantes é feita pelo método Charmat, tendo a segunda fermentação em tanques, este método é usado para que as borbulhas sejam pequenas e não agridam ao paladar.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 9Outro fator que garante que as borbulhas sejam pequenas é o contato permanente com as leveduras, os tanques mantém uma agitação suave, que garante a qualidade final do produto.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 11A Chandon de Garibaldi conta com quatro enólogos, o chefe é o Philippe Mével, que iniciou sua carreira em 1987 na Maison Moët & Chandon e está há 20 anos radicado no Brasil.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 10A sala estava preparada para os enólogos fazerem as degustações.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 4O laboratório.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 8A visita termina no processo final, o engarrafamento.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 12Chandon Brasil Bento Gonçalves 13Chandon Brasil Bento Gonçalves 14A degustação é feita na loja dentro da vinícola, os preços são bem mais amigáveis que nos mercados, vale a pena comprar!

Chandon Brasil Bento Gonçalves 15Começamos com o Chandon Réserve Brut, espumante natural branco brut, feito com uma “assemblage” das uvas Chardonnay, Pinot Noir e Riesling Itálico.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 16De cor amarela e reflexos dourados, bem aromático, perfeito para acompanhar aperitivos ou toda a refeição, incluindo suhis e sashimis.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 17Seguimos para o Chandon Brut Rosé, espumante natural rosé brut, feito também com uvas  Pinot Noir, Chadonnay e Riesling Itálico. Tem aroma de morango e cereja e paladar aveludado, perfeito para acompanhar pratos refinados, saladas, carpaccios e sobremesas não muito doces, perfeito como aperitivo ou para ser desfrutado a noite inteira.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 18 Chandon Brasil Bento Gonçalves 19Os próximos foram o Excellence Cuvée Prestige, espumante natural branco brut (considerado o melhor espumante natural das Américas) e o Excellence Rosé Cuvée Prestige, espumante natural rosé, os dois feitos a partir de uvas Chardonnay e Pinot Noir.

O primeiro, com notas de frutas cítricas, avelãs e especiarias. Harmoniza com frutos do mar, queijos leves, carnes e sobremesas. O segundo tem aroma de frutas vermelhas e negras e toques de frutas secas, perfeito com cogumelos, vieras, peixes, aves e queijos meio-fortes.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 20O meu preferido, Chandon Riche Demi-Sec, elaborado com Riesling Itálico, Chardonnay e Pinot Noir. De cor amarela dourada, com aromas de laranja e frutas secas com toque de mel. Acompanha muito bem sobremesas, queijo de mofo azul, peixes e massas com molho branco.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 22O último, mas não menos importante, foi o Chandon Passion Rosé Demi-Sec. Espumante meio doce, elaborado com um “assemblage” das variedades Malvasia Cândia, Moscato Canelli e Pinot Noir. De cor levemente salmão e aromas frutados que lembram maracujá, pêssego, lichia, jambo e toques florais.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 21Harmoniza com salmão, sobremesas e saladas de frutas tropicais. Costuma ser servido como aperitivo com pedras de gelo para dar maior refrescância e suavidade. Também combina com momentos românticos e agrada principalmente o publico feminino.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 23E assim terminou a nossa maravilhosa manhã! Entre a visita e a degustação, estivemos mais de duas horas, e queríamos continuar ali, comprar um espumante e desfrutar deste lugar maravilhoso, mas eles infelizmente ainda não oferecem este tipo de serviço.

Chandon Brasil Bento Gonçalves 25As visitas funcionam de segundas às sextas-feira das 8:15 as 16:15 e sábados das 9:15 as 15:15 com limite máximo de 12 pessoas. A visita e a degustação são gratuitas mas precisam ser agendadas com antecedência.

 
Vinícola Chandon
RST 470 – Km 224
Vale dos Vinhedos, Garibaldi – Rio Grande do Sul, Brasil
+55 33884400
dchesini@chandon.com.br e jsarmento@chandon.com.br
www.chandon.com.br
 
  
Stéphanie

Sobre Stéphanie

Stéphanie Calderaro é formada em Artes Culinárias pelo Instituto de Artes Culinárias Mausi Sebess na Argentina. Morou dois anos em Paris, onde estudou na L'ecole Lenôtre Paris e desfrutou da maravilhosa Pâtisserie e Boulangerie francesa. Também fez estágios na Inglaterra e Espanha. Suas postagens são cheias de informação e suas receitas simples com um toque gourmet.
Esta entrada foi publicada em Brasil, Viagens e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>