Dica de Restaurante: Lasai – Rio de Janeiro

O mês de março é uma mês de muita felicidade para mim, além de abrir minha estação preferida, eu e o Ariel fazemos aniversário de casamento! Todo ano escolhemos um lugar bacana para jantar e comemorar e este ano não foi diferente. Quando conversamos sobre o assunto, logo lembramos que o restaurante mais aguardado dos últimos tempos, finalmente estaria de portas abertas para a nossa data especial!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 2No dia 15/03 liguei para fazer a reserva e conversei com a simpática e super competente, Malena, uma mistura de Americana e Mexicana, mulher do chef da casa e responsável pelo atendimento. Ela me explicou como funcionariam os menus e fizemos a reserva para o dia 22/03 (já que o dia 21 já estava completo). Comecei então uma pesquisa na internet e fiquei sabendo que este seria o segundo dia de abertura para o público, até então, o restaurante estava passando por fases de ajustes e só recebia os amigos, entre eles Roberta Sudbrack, Thomaz e Claude Troigros e Felipe Bronze.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 1O chef é o carioca Rafa Costa e Silva que estudou no The Culinary Institute of America e trabalhou em restaurantes prestigiados como Jean Georges Vongerichten (estilo asiático/francês com três estrelas pelo New York Times) e Rene Pujol Restaurant (estilo clássico francês com quatro estrelas pelo New York Times). Mas sua melhor conquista, com certeza, foi a chefia do famoso Mugaritz, um restaurante no País Basco na Espanha com duas estrelas michelin e considerado o terceiro melhor restaurante do mundo pela The Restaurant Magazine.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 6O Restaurante Lasai, conta com dois sommeliers, o venezuelano Oliver Gonzales e o brasileiro Paulo Prado e mais um mixologista vindo de Goias. No atendimento, os experts, Zaigor (basco) e Malena juntos com a equipe de garçons muito bem treinada. Sem contar a experiente brigada da cozinha, com 17 integrantes. Apesar de tamanha equipe, o restaurante faz jus ao nome, que em Euskera (língua Basca) significa tranquilo.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 5O restaurante promete uma cozinha de vanguarda, destacando sempre os produtos locais e respeitando as tradições. Alias, o chef mantém duas hortas, uma na Região Serrana (Araras) e a outra em Itanhangá (Vale das Videiras). Não existe um menu fixo, tudo é feito de acordo com o que é encontrado fresco no dia, além do mais, ele foge do básico e trabalha com produtos que não encontramos em mercado, feiras ou produtores em geral.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 4O serviço é atento, discreto e cordial. Os copos e taças nunca ficaram vazios e os talheres são trocados ao longo de todo o jantar. Os pratos vinham quentes ou frios, de acordo com a comida, e muito bem faxinado.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 3Na foto acima, você pode conferir a vista da nossa mesa, lá no alto a cozinha, o bar e a mesa V.I.P. com quatro lugares.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 7A redoma em cima das mesas servia tanto para decorar como anunciar o destaque da noite!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 12E a noite começou com um Espumante Excelence de 29 R$ a taça.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 8Logo conversamos com a Malena sobre os menus da noite, são eles: Festival, com 15 pratos por 215 R$ e o Não me contes histórias de 3 pratos à escolha do cliente por 155 R$, sendo uma entrada, um prato principal e uma sobremesa. Quem quiser pode acrescentar uma seleção de queijos artesanais, como pré sobremesa, por mais 25 R$ no segundo menu.

Outra escolha a ser feita é sobre a harmonização com bebidas. A primeira é com 4 cursos por 125 R$ e a segunda com 6 por 150 R$, qualquer que seja sua escolha, a harmonização é feita de acordo com seu gosto e estilo, vinho mais forte, mais leve, branco, tinto, licoroso ou até mesmo drink’s, você escolhe. Quem quiser também pode pedir as bebidas fora do “pacote” de harmonização, taça, garrafa ou drink’s.

Decidimos nos entregar por completo ao que eu chamei de Experiência Lasai. Escolhemos o menu Festival e mais a harmonização de 6 cursos.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 9O primeiro aperitivo chegou logo depois da nossa conversa na cozinha com o chef, ele e o Ariel já tiraram uma foto juntos em 2012 para o jornal O Globo, aqui no Rio de Janeiro e desde então estávamos na expectativa do restaurante abrir. Mas agora chega de delongas e vamos ao que interessa, a comida!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 10O primeiro aperitivo foi uma Lâmina de arroz hiper crocante com tapenade de azeitonas pretas, vagem, rabanete, talos crocantes e pequenos brotos. Incrível o contraste de texturas e sabores.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 11O segundo aperitivo foi um atum em crocante de alga nori e angostura. Um dos preferidos do Ariel.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 13Este sim ganhou meu coração, rabada bem desfiada em cima de um pão brioche, coberto com um molho bem reduzido e uma brotinho na decoração. Mega saboroso, eu poderia comer um prato inteiro disso!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 14O quarto aperitivo foi este tempura de legumes, tão crocante como a lâmina de arroz do primeiro aperitivo, o tempura de folhas de cenoura, abobrinha e capuchina veio acompanhado de um caldo de grão-de-bico com gengibre e capim-limão para dar mais sabor ao prato.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 16O último e não menos importante aperitivo da noite, foi o ragu de orelha de porco em um pedaço de cebola roxa. Delicioso!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 17Chegou a hora de experimentar o primeiro drink preparado pelo mixologista da casa, cerveja aromatizada com óleo e raspas de limão siciliano. Bem amargo, mas muito bom.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 18A cerveja usada foi a Funk IPA, uma cerveja fluminense, baseada no life style do carioca. Leve, amarga e aromática.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 19A primeira entrada: beterraba e mini chuchu com requeijão e flor de sal. Sensacional! (Estou começando a ficar sem elogios, e ainda falta muitos pratos).

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 20 Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 21Minutos antes da segunda entrada ser servida, trouxeram uma infusão de louro, capim limão, umeboshi (ameixa japonesa) e katsuobushi (flocos secos de peixe) que logo serviria para completar a segunda entrada.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 22E esta foi a sopa de tubérculos, batata laranja, cenoura roxa, cará e aipim. Acredito que a proposta do chef neste prato é ressaltar o sabor dos tubérculos de sua horta, já que o sabor é muito diferente dos que compramos nos supermercados hoje em dia.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 23Para acompanhar a sopa, foi servido um Jerez da Vinícola El Maestro Sierra, feito em Jerez de La Fronteira, Cadiz-Espanha.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 24Outra estrela do menu, Vieras (fresquíssimas, recebidas ainda vivas do fornecedor) com um (maravilhoso) caldo de tutano e salada de ervas frescas. Só de lembrar dá água na boca!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 25 Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 26E para acompanhar as vieras, uma taça de Chablis 2011 da Gautheron, vinho branco de uva chardonnay, frutado e bem aromático, perfeito para a entrada.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 27Aqui temos a última entrada, arroz com caldo de galinha e gema de ovo caipira. A travessa veio fumegante e fomos aconselhados a misturar a gema ao arroz antes de comer. Este, para mim, sinceramente, foi o único prato relevante da noite, agora, para o Ariel que já morou mais de sete anos na Espanha, amou o prato, e até hoje está falando dele!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 28Neste momento chegou em nossa mesa um pedaço de pão de levain da Boulangerie do Guerin, nós não gostamos muito dos pães do Guerin, mas isso é muito particular, aqui no Rio todo mundo paga pau para ama ele, porém, nem todo mundo comeu pão na França para poder comparar, mas isso é tema para outra postagem, quem sabe!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 29Em seguida chegou os talheres para o próximo prato e eu vi que a coisa estava ficando séria. Vale o close de pertinho, talheres impecáveis!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 30Também chegou à mesa um drink feito a base de Gin. Delicioso!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 31Enfim chegou um prato com a estrela da noite, o milho. Atum com milho e caldo de milho e mini alface. Atum delicioso, milho sem igual, caldo perfeito, uma sintonia de sabores, alias, nenhum prato veio com falta de sabor, todos no ponto correto de sabor, sem ofuscar nenhum ingrediente.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 32Agora foi a hora do Turbullent, um vinho espumante feito com a uva Gamay, produzido na região sul do Vale do Loire na França pela Vinícola Domaine Robert Sérol, feito com fermentação natural sem adição de açúcares. Delicioso, refrescante e leve, perfeito para o que estava por vir!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 33Mais um prato radiante, Badejo com mini cenouras e miso, mais um para a minha coleção de preferidos da noite!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 34Para finalizar os pratos principais: Syrah da Montirius, feito na França, na região de Vaucluse com leveduras indígenas e no conceito de agricultura sustentável. Muito equilibrado e encorpado na medida certa (para o meu paladar).

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 35O Ojo de bife de Wagzu com pimentão vermelho veio mal passado, delicado, macio e suculento com um toque de alho e flor de sal que fizeram a diferença!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 36Um digestivo com sabor de abacaxi chegou a mesa e nos percebemos que o jantar estava chegando ao fim…

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 37Pré sobremesa; queijos artesanais de pequenos produtores. Canastra, Gran Paladare e Raclette nacional acompanhados de doce de mamão com baunilha da Bahia. Palmas para o Raclette, delicioso!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 38E para finalizar, mais um vinho francês. A vinícola Delas Frère situada no Vale do Rhône faz este vinho doce fortificado com a uva Muscat.

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 39Sim, tudo indica que estamos chegando ao fim! Vamos às sobremesas: a primeira foi este lindo sorvete de coco com farofa de coco torrado e ervas frescas. Muito refrescante!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 40E para finalizar, sorbet de açaí com farofa de granola, banana assada e canela em pau ralada na hora, bem carioca!

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 41Chegamos ao Lasai as 20:35 e as 23:35 a conta chegou à nossa mesa! Foram 3 horas de jantar, 5 aperitivos, 4 entradas, 3 pratos principais, 1 digestivo, 1 pré sobremesa, 2 sobremesas, 2 águas, 1 taça de espumante, 2 drink’s e 4 taças de vinho. A conta final ficou em 900,48 R$, uma média de 450,24 R$ por pessoa. A conta foi paga com um sorriso na boca e um gostinho de quero mais. Uma noite mais que aprovada e recomendada!

Depois de bater mais um papo com o Chef,  finalizamos nossa experiência Lasai conhecendo a adega, infelizmente eu estava com minha lente de 50mm para as fotos dos pratos e não consegui tirar uma boa foto, mas fica para a próxima visita…

Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 43Lasai Restaurante - Botafogo - Rafa Costa e Silva 44

Restaurante Lasai
Rua Conde de Irajá, 191.
Botafogo, Rio de Janeiro.
Telefone: +55  (21) 3449 1834
@restaurantelasai
@rafacostaesilva
lassai.com.br
www.facebook.com/restaurantelasai
 


CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO

As postagem refletem somente a opinião dos autores do blog conforme a experiência no restaurante ou estabelecimento. Todas as dicas deste blog seguem um critério pessoal.

Para a avaliação são usados nossos conhecimentos e experiências vividas, tanto no Brasil e Argentina como nos anos morados na Europa (França, Inglaterra e Espanha) e os mais de 15 países visitados ao longo do tempo. Nossas avaliações também refletem nossa experiencia de anos trabalhando em restaurantes, hotéis e confeitarias de todo o mundo.

  
Stéphanie

Sobre Stéphanie

Stéphanie Calderaro é formada em Artes Culinárias pelo Instituto de Artes Culinárias Mausi Sebess na Argentina. Morou dois anos em Paris, onde estudou na L'ecole Lenôtre Paris e desfrutou da maravilhosa Pâtisserie e Boulangerie francesa. Também fez estágios na Inglaterra e Espanha. Suas postagens são cheias de informação e suas receitas simples com um toque gourmet.
Esta entrada foi publicada em Brasil, Restaurantes e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comentários via Facebook

11 respostas a Dica de Restaurante: Lasai – Rio de Janeiro

  1. Belíssimas fotos!
    Não conhecia o blog. Parabéns!
    Minha reserva no Lasai está para o dia 29.
    Não vejo a hora!
    Bjss

    • Stéphanie Stéphanie disse:

      Olá Maysa, que legal que gostou, já dei uma passadinha no seu blog! Muito legal!
      Você vai amar o Lasai! É uma experiencia e tanto!
      Depois vou entrar para ver como foi sua ida por lá…
      Beijosss

  2. Juliana disse:

    Muito bonita as fotos! Que máquina você usa? Ótima matéria, parabéns! Quando estiver no Rio vou comer neste restaurante!

    • Stéphanie Stéphanie disse:

      Boa tarde Juliana,
      Eu uso uma Cannon EOS 60D, a lente para esses pratos foi a 50mm, más eu uso a efs 17-85mm para outras fotos. Qualquer outra dúvida é só perguntar. Obrigada!

  3. Liz Jordão disse:

    Muito bacana conhecer um restaurante assim com tantas dicas… Não vejo a hora de poder visita-lo ao vivo! Adorei as fotos e as dicas. Parabéns!

  4. Margareth Guedes disse:

    Nossa babei nas fotos… quando tiver a oportunidade de estar no Rio com certeza quero conhecer esse lugar maravilhoso!

  5. Paula francisconi disse:

    Adorei tudo!!!!! Suas dicas são ótimas!!!! De até água na boca…
    Parabéns!!!!!

  6. Giovane Mendes disse:

    Parabéns pelas fotos e também para este restaurante incrível, quando for visitar o Rio, com certeza, será um dos meus roteiros gastronômicos, ótima dica!

  7. EDUARDO AUGUSTO disse:

    Adorei a dica…. Assim que for ao Rio vou experimentar.

  8. Sabrina Ellen Trevisan Campos disse:

    Amei a dica, as fotos ficaram lindas, me deixou com água na boca!

  9. Wilson Coutinho disse:

    Me deu uma fome !!! Gostei muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>